sábado, 4 de julho de 2015

Comissão responsável pelo Museu da História realiza encontro
 
 
Após restauração da Casa de Câmara e Cadeia SESC terá três anos para instalar o Museu

foto/divulgação: Ana Carolina

Reunião da comissão para instalação do Museu da História da Cidade

Finalizado o processo licitatório e assinado o contrato de concessão onerosa da Casa de Câmara e Cadeia, local que vai abrigar o Museu da História da Cidade, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Turismo (Setur), realizou a reunião com os representantes da comissão para a instalação do museu na tarde desta quinta-feira (02).

A comissão, instituída pela Setur, é formada inicialmente por um representante do Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (IPUF), da Secretaria de Cultura, da Secretaria de Turismo, da Secretaria de Ciência e Tecnologia, da Procuradoria Geral do Município, da Secretaria de Administração e um representante do Serviço Social do Comércio (Sesc).

Com um lance de R$ 9 milhões, o Sesc obteve a concessão do espaço por 20 anos. Após o término das obras de restauração da antiga Casa de Câmara e Cadeia, prevista para meados de 2016, o Sesc deve instalar o museu em três anos. No encontro foi ressaltada a importância do prédio antigo como um ícone de Florianópolis que não deve ser esquecido.

“A região em que será instalado o novo museu é o ponto onde há uma concentração da história, não apenas da cidade, mas também de Santa Catarina. O Palácio Cruz e Sousa, a Catedral Metropolitana e a Casa de Câmara e Cadeia, que abrigará o Museu da Cidade, completam este tour pelo passado no Centro de Florianópolis”, disse a secretária de Turismo, Zena Becker.

Em agosto representantes do Sesc farão uma visita em museus que são considerados referência pelo país, como o Museu da Língua Portuguesa (SP), Museu do Futebol (SP), Museu Imperial (RJ), com o intuito de acompanhar as boas práticas destes locais e usá-las como base no Museu da cidade. Segundo o Sesc eles devem entregar à comissão o Plano Museológico nos próximos dias.

Segundo o Sesc, o objetivo é tornar o museu referência no Sul do país nos cinco anos subsequentes a instalação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário