sábado, 4 de julho de 2015

Cássio Cunha Lima rebate críticas do líder do PT ao PSDB na votação do reajuste do Judiciário Da Redação e Da Rádio Senado

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) lamentou as críticas que o líder do PT, senador Humberto Costa, fez ao PSDB,  afirmando que os tucanos apostam na tese de quanto pior, melhor.
Para Cássio Cunha Lima, ao dizer que o PSDB votou favoravelmente ao reajuste do Judiciário, mesmo sabendo que a medida seria prejudicial às contas públicas, Humberto Costa agiu de forma contraditória. Cássio Cunha Lima disse que, no momento da votação da proposta, Humberto Costa liberou a bancada do PT e o resultado foi a aprovação do reajuste do Judiciário por unanimidade.
Cássio Cunha Lima afirmou que o país está dividido em dois lados: num deles, está o governo apodrecido; no outro, "o lado do povo", está o PSDB.
— As pesquisas de opinião pública apontam isso claramente; repudiam, rechaçam, rejeitam, renegam o governo do PT. Esses 9% estão, provavelmente, concentrados nos cargos comissionados, nessa máquina pública inchadíssima que o governo federal tem, com seus 40 ministérios — disse o senador, referindo-se ao percentual de entrevistados em pesquisa recente que consideram o governo de Dilma "bom" ou "ótimo".
Cássio Cunha Lima voltou a defender a renúncia da presidente da República e a convocação de novas eleições presidenciais, inclusive com a participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Agência Senado

Nenhum comentário:

Postar um comentário