quinta-feira, 2 de julho de 2015

Ana Amélia volta a pedir repasse dos recursos para as santas casas Da Redação e Da Rádio Senado


A senadora Ana Amélia (PP-RS) reclamou que as santas casas e hospitais filantrópicos continuam sem receber do governo o pagamento devido pelos atendimentos feitos a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Inclusive, emendas feitas ao orçamento destinando dinheiro para essas instituições não têm sido liberadas, disse a senadora.
Segundo Ana Amélia, os hospitais filantrópicos e santas casas recebem 42% do SUS, mas a tabela de procedimentos pagos está defasada. Ela disse que, desde o lançamento do Plano Real, em 1994, essa tabela teve reajuste de apenas 93% enquanto o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) subiu 413%.
— Como é que vai uma instituição suportar os custos? Os custos foram crescentes, a única coisa que não cresceu foi a tabela do SUS. Esta não remunerou devidamente os serviços prestados. O déficit  das santas casas e  dos hospitais filantrópicos chega a R$ 9,8 bilhões em todo o país. Isso quem diz é a Confederação das Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e entidades hospitalares filantrópicas.
Esse problema, contou Ana Amélia, já fez instituições de seu estado, o Rio Grande do Sul, suspenderem os atendimentos a pacientes do SUS. Somente o Hospital de Caridade de Santa Maria, por exemplo, deixará de fazer 160 cirurgias e 900 consultas por mês, comentou a senadora.
Ela também lamentou a intenção da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) de retirar medicamentos de quimioterapia oral da lista de obrigações dos planos de saúde. Ana Amélia alertou que isso vai prejudicar pacientes que sofrem de câncer.
Agência Senado

Nenhum comentário:

Postar um comentário