domingo, 28 de junho de 2015

UPP Cerro-Corá comemora aniversário com batizado coletivo no Cristo Redentor

Cerimônia de batismo foi realizada para 15 crianças

O Cristo Redentor foi palco de um batizado coletivo na manhã deste sábado, 27 de junho. A celebração marcou o aniversário de dois anos da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Cerro-Corá. O ritual de iniciação cristã da Igreja Católica foi feito com dez crianças da comunidade e cinco filhos e afilhados de policiais militares da unidade.

O sacramento do batismo tem vários símbolos, como a água, o óleo, a vela e as vestes brancas. O pequeno Yudi, de 1 ano, ganhou um traje especial para a ocasião. Todo de branco, ele foi batizado no cartão postal situado ao lado da comunidade onde vive.

Mãe de Yudi, a dona de casa Flavia da Silva Nunes, de 33 anos, estava emocionada com a oportunidade de batizar o filho em um dos principais monumentos do catolicismo.

- Para mim é muito gratificante. Sou católica, frequento a igreja e é um sonho estar aqui - disse.

À frente de um projeto de lutas na comunidade, o soldado Ronald Oliveira está acostumado a interagir com a comunidade do Cerro-Corá. Mas nada se compara a participar de um batizado coletivo com os moradores.

- É uma oportunidade que de outra forma eu não teria. E ainda ajudo a reforçar os laços de proximidade entre a polícia e a comunidade - afirmou.

A celebração reuniu policiais, amigos e familiares das crianças que foram batizadas, e também contou com os olhares curiosos dos turistas de todo o mundo que visitam diariamente o Cristo Redentor. Eles observaram a cerimônia e aplaudiram o batismo coletivo.

O padre Omar Raposo, reitor Santuário do Cristo Redentor, presidiu o batizado. Ele abençoou as crianças, mas estendeu os votos para todo o Rio de Janeiro.

- Que Deus abençoe a comunidade e o projeto de pacificação, que tanto bem tem feito aos cariocas - declarou.

Um café da manhã foi oferecido aos familiares das crianças batizadas, com o serviço de buffets da Aquim Gastronomia e quitutes da Confeitaria Colombo. A recepção ocorreu no Salão Nobre do Parque Lage e contou com uma apresentação da UPP Band Music.

O momento de confraternização foi o desfecho da comemoração do aniversário de dois anos da UPP Cerro-Corá. Para o subcomandante da unidade, tenente Leonardo Fernandes, o evento teve objetivo de celebrar a data junto da comunidade.

- A gente não queria uma festa só para a UPP. E nada melhor que beneficiar as crianças - disse.

O coordenador de Polícia Pacificadora, coronel Luís Cláudio Laviano, foi representado pela chefe de articulação comunitária da CPP, tenente Silvia Souza.

- Este batizado é uma esperança, um caminho de luz na vida das famílias e da comunidade - afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário