domingo, 28 de junho de 2015

Sistema da Sanepar no lago Itaipu reforça oferta de água em Foz do Iguaçu

Governador Beto Richa inaugura sistema flutuante de captação de água no logo Itaipu.Foz do Iguaçu, 25/06/2015.Foto: Orlando Kissner/ANPr
A Sanepar instalou um sistema flutuante de captação de água no lago Itaipu, que vai operar como um sistema auxiliar e contribuir para o abastecimento de água para Foz do Iguaçu pelos próximos dez anos. O sistema foi inaugurado, nesta quinta-feira (25), pelo governador Beto Richa e o presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche, com a presença do prefeito de Foz do Iguaçu, Reni Pereira.

Na mesma solenidade, o governador assinou ordens de serviço para as obras de ampliação do sistema de esgoto de Foz do Iguaçu, que beneficiará 1.600 famílias. Os investimentos chegam a R$ 22,6 milhões, somados o sistema flutuante de captação do Lago Itaipu e a ampliação do esgoto.

O governador ressaltou a importância dos investimentos para a população de Foz do Iguaçu. “Água de qualidade e sistemas de esgoto são fundamentais para a qualidade de vida das pessoas e para o processo de desenvolvimento econômico e social”, afirmou Richa.

Ele falou sobre os avanços em saneamento no Paraná, com os investimentos da Sanepar. “A Sanepar está entre as melhores companhias de saneamento do Brasil e, no nosso governo, está sendo ainda mais fortalecida”, disse. Ele lembrou que os investimentos da Sanepar, de 2011 para cá, somam cerca de R$ 2,7 bilhões.

PARCERIA – O prefeito Reni Pereira ressaltou a importância do investimento feito pela Sanepar e a parceria com a Itaipu, para uso do lago. “A obra inaugurada hoje contribui para afastar de vez o risco de faltar água na nossa cidade”, afirmou ele.

Em Foz do Iguaçu, as melhorias feitas em água e sistema de esgoto somam R$ 60 milhões desde 2011 e até agora. “Isso melhora muito a qualidade de vida da população e atraído muitas empresas para Foz do Iguaçu”, afirmou Reni Pereira. Ele enfatizou, ainda, o benefício em conservação do meio ambiente.

SEM CRISE – Com investimentos de R$ 5,7 milhões, feitos com recursos próprios da Sanepar, o sistema flutuante de captação de água do lago Itaipu consiste de três conjuntos de motobombas fixados numa plataforma flutuante (de 96 metros quadrados), a 250 metros da margem do lago da hidrelétrica.

O presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche, afirmou que, embora não haja risco de desabastecimento, a obra tornou-se necessária face a estiagem que atinge os estados do Mato Grosso, São Paulo e Minas Gerais, afetando a produção de energia elétrica.

O projeto estava planejado há dez anos. “Nós agora o realizamos. É um exemplo prático de como evitar a crise hídrica, que já atinge 11 estados brasileiros”, afirmou Chaowiche.

Com as motobombas, a Sanepar vai captar água num patamar mais baixo, conforme o complexo sistema de cotas que relaciona o nível do mar com o nível do lago. O lago de Itaipu fornece 70% da água consumida pelos 210 mil habitantes de Foz.

ESGOTO – As obras de ampliação do sistema de esgoto de Foz do Iguaçu beneficiarão 1.600 famílias, moradoras dos bairros no Jardim Eliza, na região Sul da cidade.

O investimento na ampliação do sistema de esgoto de Foz do Iguaçu, de R$ 16,9 milhões, é feito com recursos de financiamentos obtidos pela Sanepar junto à Caixa e ao BNDES. Não haverá custo para o município.

“O investimento colocará Foz do iguaçu entre os 10 municípios paranaenses com melhor rede coletora do Paraná”, afirmou Mounir Chaowiche.

Serão ampliadas as estações de tratamento de esgoto Beira Rio, Jupira e Iate Clube. Além disso, a Sanepar vai construir uma estação elevatória.

A solenidade em Foz do Iguaçu teve a presença da deputada estadual Cláudia Pereira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário