sábado, 27 de junho de 2015

Polícia Civil instala posto da Delegacia Especializada em Crimes contra o Turista em Parintins


FOTO: LANA HONORATO/ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA SSP-AM
FOTO: LANA HONORATO/ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA SSP-AM
Na manhã de quinta-feira, dia 25, o Governo do Amazonas, por meio da Polícia Civil do Estado, instalou o posto da Delegacia Especializada em Crimes contra o Turista (DECCT) no Porto de Parintins, distante 369 quilômetros em linha reta de Manaus. A iniciativa visa reforçar o atendimento dos visitantes nacionais ou estrangeiros durante o 50º Festival Folclórico daquele município.
As equipes de plantão são formadas por investigadores, escrivão e delegado, para atender todos os turistas que forem vítimas de crimes dentro das embarcações ou em outros pontos de Parintins. Os servidores da instituição vão trabalhar no posto policial das 8h às 22h. Após esse horário, as ocorrências podem ser registradas na sede da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) da cidade, situada na rua Irmã Cristine, bairro Itaúna 2.
Conforme o diretor do Departamento de Polícia do Interior (DPI) da instituição, delegado Carlos Augusto Monteiro, no posto estão sendo realizados serviços como registro de Boletim de Ocorrência (BO) e informações gerais. “Hoje, estamos iniciando os trabalhos no posto de atendimento da Delegacia do Turista, com o intuito de orientar os turistas que chegam à cidade e precisam de informações, fazer registros de ocorrências de qualquer natureza e dar o apoio logístico a outras bases”, ressaltou.
Monteiro destacou que, além dos atendimentos da Polícia Judiciária, o posto da DECCT também ficará responsável em centralizar o serviço de Perdidos e Achados de documentos. Ele informou ainda que os trabalhos na unidade policial estão sendo realizados em parceria com os servidores lotados na Delegacia Fluvial (Deflu), ancorada no Porto de Parintins.
Integração - As ações da Polícia Civil na Ilha Tupinambarana fazem parte da operação Parintins 2015, um plano do Governo do Amazonas que integra órgãos das esferas federal, estadual e municipal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário