domingo, 28 de junho de 2015

Pequenos agricultores de Antônio Olinto recebem novas casas

Entrega de chaves rural em Antonio Olinto
Famílias de agricultores familiares do município de Antônio Olinto, no Sul do Estado, receberam novas casas nesta quinta-feira (25). Foram entregues 26 moradias rurais construídas em uma parceria entre os governos estadual, federal e Prefeitura. Além da Companhia de Habitação do Paraná, participaram do projeto a Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento e o Instituto Emater. O investimento foi de R$ 741 mil por meio do Programa Minha Casa Minha Vida Rural.

O superintendente de Relações Institucionais da Cohapar, José Boni, explicou que ações como esta ajudam o homem do campo a permanecer na zona rural. “Essas famílias são a força motriz da agricultura do Paraná. Com estas casas, elas continuarão produzindo e abastecendo a população do Estado”, afirmou.

Os subsídios do poder público permitiram que os agricultores selecionados, cuja renda não pode ultrapassar R$ 15 mil por ano, paguem apenas quatro parcelas anuais de R$ 285 pelos novos imóveis.

“Nossa cidade tem 91% da população vivendo no campo e precisamos dar uma vida melhor e mais digna aos nossos agricultores. Essas moradias são o um sonho para as famílias e dão condições para que elas possam continuar onde desejam”, disse o prefeito Fábio Machiavelli.

Para o gerente do Banco do Brasil de São Mateus do Sul, Gilson Deivison Liberato, a parceria com a Emater e a Cohapar permite que o banco atue no segmento da habitação de interesse social. “O banco sozinho não conseguiria beneficiar essas famílias, mas com essa parceria nós pudemos contemplá-las com uma moradia digna”, afirmou.

Também esteve presente no evento de entrega o deputado Estadual Hussein Bakri.

VIDA NOVA – Com a casa nova, de alvenaria, a família de Antônia Wrublesk Pietraszek terá mais conforto e segurança. “Há 23 anos morávamos em uma casa de madeira, muito velha e cheia de frestas e goteiras. Agora vou morar com meus três filhos e meu marido numa casa nova. Não tem nem comparação”, disse.

De acordo com Clair Júnior Dallagnol, gerente regional da Emater, o programa de moradias rurais correspondeu às necessidades da empresa. “Existia a necessidade da construção das moradias rurais, mas não tínhamos recursos para isso. Com essa parceria, conseguimos premiar o agricultor com casas que vão garantir a permanência dele no campo”, relatou.

Outra beneficiada é a agricultora Ana Carpovsky. “Morávamos numa casa metade de madeira, metade de alvenaria, sem reboco e com o banheiro fora. A casa nova é maravilhosa. Uma de nossas tias tem deficiência e agora vai ser mais fácil cuidarmos dela”, afirmou.

Em Antônio Olinto, 84 famílias são beneficiadas com moradias urbanas, rurais e titulação de imóveis, com investimentos que somam R$ 2,4 milhões em recursos públicos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário