domingo, 28 de junho de 2015

Paraná está pronto para atender as demandas da sustentabilidade

Beto Richa durante o encerramento do Fórum Mundial de Meio Ambiente.Foz do Iguaçu, 26/06/2015.Foto: Orlando Kissner/ANPr
Os novos programas da Copel para economizar energia e reduzir o consumo do papel foram ressaltados pelo governador Beto Richa nesta sexta-feira (26), em Foz do Iguaçu, como exemplo das ações do Paraná para contribuir com o meio ambiente e a sustentabilidade. Ele também enfatizou o compromisso de sua gestão com o desmatamento ilegal zero no Paraná e falou sobre os programas de preservação de águas e áreas verdes.

“Estamos prontos para atender às demandas de nosso planeta no que se refere à preservação ambiental”, afirmou o governador, no encerramento do Fórum Mundial de Meio Ambiente, promovido pelo Grupo Líderes Empresariais (Lide). O evento reuniu cientistas, pesquisadores, líderes políticos e empresariais para debater temas relacionados ao desenvolvimento econômico com sustentabilidade.

“Debates como esse têm inspirado a nossa administração para estarmos cada vez mais alinhados com interesses da população”, disse Richa, ao lado do presidente do Grupo Lide, João Dória.

Os novos programas da Copel para eficiência energética foram lançadas pelo governador Beto Richa e o presidente da Companhia, Luiz Fernando Vianna, na última quarta-feira. Um deles é o programa Lar Eficiente, que incentiva a troca de geladeiras e frezeers antigos, ineficientes, por equipamentos novos e mais eficientes. Com o programa Luz nas Escolas, a Copel troca iluminação de escolas estaduais, visando, também, a redução do consumo de energia.

A outra iniciativa é a Fatura Solidária, que incentiva o cidadão a aderir a fatura por e-mail, evitando a versão em papel e contribuindo para reduzir o uso de recursos naturais.

CARTA DE FOZ DO IGUAÇU – O Fórum Mundial de Meio Ambiente encerrou-se com a divulgação da “Carta de Foz do Iguaçu”, com recomendações ao poder público, setor produtivo e sociedade para garantir o desenvolvimento econômico com sustentabilidade.

O presidente do Grupo Lide, João Dória, ressaltou a importância do trabalho conjunto entre sociedade civil, governo, ambientalistas, ONGs, mesmo com divergências. “Isso é fundamental para que possamos avançar coletivamente. Ficou claro neste debate que o Brasil tem boas lideranças na área ambiental e boa vontade. Há pouca resistência em relação aos avanços ambientais que o Brasil precisa”, afirmou Dória.

Para o secretário estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Ricardo Soavinsnki, o fórum trouxe contribuições que irão ajudar na formulação de políticas, programas e ações para o Paraná. “Isso vale para todo o Brasil”, disse ele.

RECOMENDAÇÕES - Ampliar as ameaças das mudanças climáticas em oportunidades para o desenvolvimento sustentável; ampliar as políticas públicas de adaptação das cidades às mudanças climáticas, e fortalecer e ampliar a parceria do Brasil com os demais países da América Latina, visando a uma nova integração, direcionada ao desenvolvimento sustentável.

Essas são as primeiras das 14 recomendações contidas na “Carta de Foz do Iguaçu”, divulgadas ao final do Fórum Mundial do Meio Ambiente. Conheça a íntegra do documento.

BOX I

RICHA ENTREGA CAMINHÕES PARA A PREFEITURA DE FOZ


Na solenidade de encerramento do Fórum Municipal de Meio Ambiente, o governador Beto Richa entregou quatro caminhões caçamba comprados pela prefeitura com recursos do Governo do Estado, por meio da Secretária de Desenvolvimento Social do Paraná. Os caminhões caçamba serão utilizados pela prefeitura para obras de pavimentação e recuperação de estradas rurais.

Os quatro veículos tiveram investimento de R$ 480 mil. “Temos uma boa parceria com a prefeitura de Foz do Iguaçu, que tem beneficiado muito a população da cidade”, disse o governador. Richa afirmou, ainda, que Foz do Iguaçu investe R$ 80 milhões em obras de pavimentação, com recursos financiados pelo governo estadual.

O prefeito Reni Pereira explicou que os recursos aplicados na compra dos caminhões foram economizados em uma licitação para compra de retroescavadeiras e outros maquinários rurais. “Com ea conomia dos recursos públicos conseguimos, após 20 anos, renovar frota de maquinário do município. Isso será fundamental para mantermos a qualidade das nossas ruas e estradas rurais”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário