sábado, 27 de junho de 2015

Falta de planejamento explica situação ruim do país, afirma Anastasia Da Redação


O senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) criticou, nesta sexta-feira (26), a falta de planejamento do governo, o que explica, na opinião dele, a situação ruim vivida pelo país, principalmente no setor econômico.
Em discurso no Plenário, o ex-governador de Minas classificou de "lastimável" o atual quadro brasileiro. Em sua avaliação, há uma administração que não dá respostas a  "um tsunami de más notícias". Ainda segundo Anastasia, o planejamento foi esquecido ao longo dos anos e se tornou hoje uma palavra guardada numa "gaveta burocrática".
— A cada dia nos é apresentada uma estatística pior: desemprego, recessão, inflação, PIB negativo e desesperança das pessoas. E o governo não dá resposta para enfrentar esse tsunami de más noticias — reclamou.

Infraestrutura

O senador também lamentou as deficiências de infraestrutura e o excesso de burocracia, fatores que impedem o desenvolvimento do país, como afirmou.
— O futuro está no capital do conhecimento humano, mas para isso precisamos de uma política de infraestrutura. O custo da produtividade é onerado. Não temos estradas, ferrovias, silos, aeroportos e portos. Hoje o quadro econômico impede o fomento de novos investimentos — afirmou.
Para Antonio Anastasia, boa parte da burocracia brasileira tem raízes culturais e também se deve à falta de confiança nas relações privadas, dos cidadãos com o Estado, e dos entes federados entre si.
O senador José Medeiros (PPS-MT) e a senadora Ana Amélia (PP-RS) concordaram com o parlamentar de Minas Gerais.
Quem planeja pode acertar. Quem não planeja nunca acerta. Uma obra parada custa mais caro do que uma que tem começo, meio e fim. Do projeto à execução. A sociedade paga conta mais cara pela ineficiência e burocracia do setor público — disse Ana Amélia.
Agência Senado

Nenhum comentário:

Postar um comentário